Sexta, 27 de Maio de 2022
24°

Poucas nuvens

São Bernardo do Campo - SP

Saúde Medula Óssea

Em queda, números de transplantes de medula óssea são os menores desde 2014

Vereadora Dra. Ana Veterinária realiza campanha presencial e digital para que Santo André tenha centro de doação

13/04/2022 às 23h51
Por: Redação
Compartilhe:
Em queda, números de transplantes de medula óssea são os menores desde 2014

Segundo o Redome (Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea), o número de doações de órgãos e tecidos está 54% menor, chagando ao alarmante patamar de 2014. De janeiro a agosto de 2021, foram registradas 124.920 pessoas no cadastro da entidade e o número despencou, quando comparado ao total registrado no ano inteiro de 2020.

A pandemia é a principal causa da redução, mas a distância de centros de doação também afugentam possíveis voluntários. "Das 14 unidades localizadas no estado de São Paulo, nenhuma está inserida no Grande ABC, o que faz com que doadores em potencial tenham que se deslocar até a capital para fazer todo o processo", pontua a vereadora Dra. Ana Veterinária (União Brasil), que realiza campanha presencial e digital para que Santo André tenha um centro de doação e possa ser referência aos sete municípios da região.

Pelo menos uma vez por semana, a vereadora e sua equipe marcam presença com o gabinete itinerante na Rua Oliveira Lima, no centro, e recolhem assinaturas para o abaixo assinado que será encaminhado a Secretaria de Estado da Saúde. A adesão popular se dá também pelo endereço digital https://chng.it/Wxbvp4BJ.

"Sou doadora e sempre incentivo campanhas como essa, pois quanto mais voluntários, mais chances temos de salvar vidas", disse Silvia Oliveira, moradora da Vila Marina e que passou pela Oliveira Lima e assinou o documento.

Para a vereadora, o corpo a corpo é importante nesse tipo de ação, pois é a forma mais segura de explicar o porquê da ação e a importância em ser doador de medula óssea. "Ter esse instrumento disponível em Santo André vai beneficiar toda a população da região, aumentando o número de doadores e, assim, contribuindo para a diminuição da fila de espera, que só no ano passado tinha mais de 800 pessoas aguardando um transplante", explica Dra. Ana Vereadora.

Atualmente, há 5,4 milhões de brasileiros cadastrados no REDOME, mas para que a convocação seja consumada, é preciso que o voluntário esteja com os dados de contato atualizados e dentro dos pré-requisitos.

Segundo informações do Instituto Nacional do Câncer (INCA), para se tornar um doador de medula óssea é necessário ter entre 18 e 35 anos, estar em bom estado geral de saúde, não ter doença infecciosa, incapacitante, neoplásica (câncer), hematológica (do sangue) ou do sistema imunológico. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários