Quarta, 04 de Agosto de 2021 14:58
(11) 99734-5699
Esportes Vôlei se fortalece

Super Vôlei fecha com patrocinadores e fortalece modalidade

Equipe masculina voltará a ter time adulto e estreia no estadual sub-21 nesta sexta

02/07/2021 02h56
Por: Redação Fonte: PSA
Dedicação e foco fazem os meninos do vôlei progredirem
Dedicação e foco fazem os meninos do vôlei progredirem

Com investimento ininterrupto no esporte da cidade, a Prefeitura de Santo André e o Super Vôlei Santo André fecharam uma promissora parceria com a construtora Patriani, localizada no município, que trará investimento financeiro no patrocínio master da equipe masculina, possibilitando o retorno do time à categoria adulta.

Com vasta história de títulos e craques na modalidade, Santo André soma nos últimos quatro anos, três títulos paulistas sub-21, além dos Jogos Regionais e Jogos Abertos do Interior. Buscando se manter no topo e já almejando voos mais altos, o Super Vôlei estreia no estadual sub-21, nesta sexta-feira (2), às 18h30, no ginásio Sacadura Cabral, diante do Praia Grande.

Devido à pandemia, o elenco foi montado com dificuldades, mas mantendo bom nível técnico, sobretudo pela permanência de atletas de destaque da última temporada. A categoria traz grande equilíbrio e desafios, o que fortalecerá o grupo para a disputa posterior da Superliga C, competição nacional, que traz ao Santo André o seu retorno à categoria adulta.

"Santo André é o berço do vôlei nacional. Aqui nasceram, jogaram e conquistaram títulos grandes atletas na antiga equipe da Pirelli e que serviram à Seleção Brasileira. A chegada de um patrocínio desse porte nos credencia a pensar longe, estabelecer um planejamento mais ousado e que honre o nome do esporte andreense", enfatizou o prefeito Paulo Serra.

A equipe segue sob comando do técnico Marcelo Madeira, figura história na modalidade da cidade, e sob batuta do auxiliar técnico Celso Mariano, o Celsinho. "Vamos entrar com força no estadual para defender o título e seguir o trabalho para a Superliga C. Sabemos que diversos times vão disputar a competição, mas acreditamos em um bom trabalho, e quem sabe chegar à Superliga B, que acontecerá no começo de 2022. Importante a chegada de patrocinadores para nos ajudar a dar ainda mais estrutura ao nosso vôlei", comentou Celsinho.

Desde o início da atual gestão, a Secretaria de Esporte e Prática Esportiva vem desenvolvendo um trabalho voltado à reestruturação da formação esportiva e base de rendimento, que sempre foi uma característica marcante da cidade. Esta estratégia proporcionou algumas fortes parcerias, como por exemplo, o convênio firmado junto à Secretaria de Esportes do Estado de São Paulo, que visa o desenvolvimento do Centro de Formação Esportiva de Vôlei, um passo que consolidará a retomada das equipes de base da cidade.

Em 2021, apesar de todo contexto causado pela pandemia da Covid-19, a modalidade continua no propósito de uma reformulação para a disputa de competições de alto nível e por meio de uma parceria firmada com as empresas Resiplastic - dirigida pelo ex-atleta da Randi, José Jaime Zacarelli Salgueiro -, e a construtora Patriani, que está fortalecendo cada vez mais os vínculos com Santo André, esse sonho começa a sair do papel.

"A Patriani é uma empresa que acredita e apoia o esporte pelo seu incentivo a uma vida saudável, que promove o bem-estar e a interação social. Há muito tempo apoiamos essa causa tão importante e agora estamos felizes em ser o patrocinador master do Super Vôlei Santo André", destacou o CEO da construtora Patriani, Bruno Patriani.

Histórico

O vôlei em Santo André sempre teve papel de destaque no cenário esportivo. As grandes conquistas não teriam ocorrido sem a participação da equipe da cidade no início da história da modalidade no país. O início de tudo se deu com a formação da Randi Esporte Clube, que desenvolveu trabalho nas categorias de base tanto no masculino quanto no feminino, e teve destaque com a equipe adulta masculina que conquistou o título nacional amador em 1969, se classificando para a primeira edição do Campeonato Sul-Americano de Clubes em 1970, se sagrando o primeiro time campeão da história da competição.

Após o início primoroso, entrou em cena o Clube Atlético Aramaçan, que deu continuidade ao trabalho de formação e rendimento representando a cidade com maestria.

Tudo culminou com o apogeu da equipe no Clube Atlético Pirelli, que encantou os brasileiros em disputas homéricas e revelando muitos atletas da modalidade. Os jogadores formaram a base da Seleção Brasileira por anos, e a equipe conquistou pela primeira vez a notoriedade na modalidade em competições internacionais. Até hoje se fala da lembrança e legado dessa equipe, que permeia o desenvolvimento da modalidade na cidade, sendo que praticamente toda a comissão técnica da equipe de Santo André é proveniente dos quadros da Pirelli.

 Texto: Guilherme Menezes / |Fotos: Angelo Baima/PSA

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.