Quarta, 04 de Agosto de 2021 15:08
(11) 99734-5699
Dólar comercial R$ 5,19 0.04%
Euro R$ 6,15 -0.19%
Peso Argentino R$ 0,05 +0.16%
Bitcoin R$ 217.064,37 +3.151%
Bovespa 122.088,62 pontos -1.2%
Economia auxílio de R$ 1.800

Em São Bernardo, famílias vítimas da Covid-19 são beneficiadas com auxílio de R$ 1.800

Prefeito Orlando Morando e deputada Carla Morando acompanharam, nesta terça-feira (29/6), lançamento do Programa SP Acolhe pelo governador João Doria

30/06/2021 01h39
Por: Redação
Orlando e Carla Morando vibraram com o beneficio para a população de SBC
Orlando e Carla Morando vibraram com o beneficio para a população de SBC

Famílias vulneráveis de São Bernardo que perderam ao menos um integrante do núcleo familiar para a Covid-19 serão contempladas com auxílio financeiro de R$ 300 pelo período de seis meses. Trata-se do SP Acolhe, lançado na manhã desta terça-feira (29/6) pelo governador João Doria, no Palácio dos Bandeirantes. A assinatura do programa contou com a presença do prefeito Orlando Morando e da deputada estadual Carla Morando.

São Bernardo está entre os 577 municípios contemplados pelo programa. No total, 194 famílias do município vão receber, entre os meses de julho e dezembro, benefício de R$ 1.800 pago em seis parcelas. Em todo o Estado, serão atendidas 11.026 famílias de 577 municípios, totalizando repasse de R$ 20 milhões pelo Governo do Estado.

"É mais uma importante ajuda financeira para essas famílias diretamente atingidas pela pandemia, pessoas que perderam um ente querido e que, agora, terão esse auxílio para recomeçar. Nosso papel como poder público é apoiar essas pessoas enquanto avançamos com a vacinação contra o Coronavírus e trabalhamos na retomada econômica", destaca o prefeito Orlando Morando.

Governador do Estado, João Doria observou que se trata de programa inédito para beneficiar famílias em situação de alta vulnerabilidade. "Pode parecer pouco, mas para quem perdeu o emprego e um familiar, tenho certeza de que R$ 1.800 será de grande ajuda para a sobrevivência. Nosso Governo é um Governo humano, que se dedica e prioriza todas as suas ações aos mais pobres", ressalta.

O evento também contou com a presença do vice-governador e secretário de Governo, Rodrigo Garcia, da primeira-dama e presidente do Fundo Social de São Paulo, Bia Doria, da secretária de Estado de Desenvolvimento Social, Célia Parnes, do secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, além do secretário de Assistência Social de São Bernardo, André Sicco.

CRITÉRIOS

A iniciativa vai beneficiar famílias inscritas no CadÚnico com renda mensal de até três salários-mínimos e que tenham perdido ao menos um familiar vítima da Covid-19, podendo ser pai, mãe, avô, avó, filho, filha ou outro parente, desde que a morte tenha ocorrido dentro do núcleo familiar. O programa considera todas as estruturas familiares, exceto a unifamiliar (uma única pessoa), com filhos de todas as idades.

VALE GÁS E BOLSA DO POVO

O SP Acolhe integra o programa estadual Bolsa do Povo, que conta também com o Vale Gás, Renda Cidadã, Via Rápida, Bolsa-Trabalho, Ação Jovem, Bolsa Talento Esportivo e o auxílio-moradia emergencial (aluguel-social). O portal do Bolsa do Povo, desenvolvido pela Prodesp – empresa de tecnologia do Governo do Estado –, pode ser conferido no site www.bolsadopovo.sp.gov.br.

OUTRAS AÇÕES EM SÃO BERNARDO

São Bernardo foi pioneira na criação de auxílio financeiro destinado às crianças matriculadas na rede municipal de ensino durante a pandemia, o Cartão Merenda. O benefício, que garante repasse de R$ 85 a cada mês a todos os 82 mil estudantes para compra exclusiva de alimentos, já contabiliza 15 recargas, somando R$ 105 milhões investidos pelos cofres municipais.

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.